sexta-feira, 30 de abril de 2010

carta fofa!

na verdade foi um e-mail de uma amiga de infância, que aliviou bastante o frio na barriga que está vindo junto com o 1° ano do meu prematurinho :)

"Ví no blog a foto do Tito no RJ, em meio a "amigos e tietes" . É punk quando estamos sozinhas, né? Mas a notícia boa é que a tendência é melhorar. João quase não dá trabalho: se troca sozinho, come sozinho, toma banho sozinho (com supervisão. Caso contrário, ele faz do box uma piscina e fica "nadando" lá dentro), escova os dentes sozinho (também com supervisão, é claro), coloca o cinto da cadeirinha do automóvel sozinho e até leva o prato dele para a pia da cozinha!!! Fenomental, não é? No momento as demandas são outras: tenho que inventar histórias sobre os temas mais variados possíveis (atualmente a tara é por gnomos) e elas devem ser longas o suficiente para saciar o desejo do moleque, que no final ainda ousa dar nota para a minha imaginação! Também tenho que explicar mil vezes pq temos que sair de casa até 8h45 da manhã, embora ele finja que eu estou falando polonês e se recuse a entender. Ah! Ainda sobre o tema "mobilidade", também tenho que explicar, a cada compromisso considerado divertido, que "hora de embora" é para ir EMBORA e pronto! Não é para chorar e nem fazer birra (acho que me falta método. Sugestões?). Sem contar outras coisinhas, como ter que saber o nome e os poderes de todos os alienígenas do Ben10 (parece que eles se multiplicaram e viram 20...), jogar footGoGoos, segurar a palheta do futebol de botão direito (já tentei fingir que sei, mas não rola...) e ter que torcer para o Flamengo. Frequentemente também tenho que explicar que não gosto de brincar de "lutinha" e que não acho graça em empurrões e outros movimentos bruscos que machuquem. Só mais uma (prometo!): 5 + 0? Como convencer que a resposta não é 50???? Bem, a lista é enorme, e parece que o trabalho passa gradualmente do esforço físico para o intelectual. Mas, assim como nas propagandas do MasterCard, não tem preço acordar com um beijinho expontâneo de bom dia, escutar que você está linda com aquele vestido velho e o cabelo bagunçado, receber inúmeros desenho e bilhetinhos de presente, perceber que de fato ele te tem como confidente para seus "pequenos-grandes-problemas" e ser agraciada com uma nota 10 pela história mais sem pé nem cabeça, ganhando até aplausos da platéia-de-um moleque-só. E viva os gnomos, que nos permitem reinventar a realidade - inclusive a nossa.
Desculpe pela viagem, estou caindo de sono!
Beijo grande,
F."

4 comentários:

Solange disse...

Nem precisou dizer o nome, pelo relato, já sei quem é esta mãe que ganha 10 contando histórias de gnomos! Mas vc estava grilada em como seria o nosso gordo lindo no futuro??? Relax baby! Vc e Zeca vão tirar de letra e dar um laço em cima, como fizeram até agora! É óbvio e evidente que nem precisam se preocupar, vcs são pais nota 10! Bjs!!

dani disse...

naum é medo do que ele vai ser no futuro... é pena do tempo que tá passando rápido e taum bom ter um bb. mas pelo visto quando vai crescendo vai rolando outras coisas bacanas, estou animada!

Gi disse...

dani, foi ótimo ver vcs! o tito está lindo de viver e muito esperto! ontem a professora disse qto custa uma turminha de aula particular? quem sabe montamos uma? o tempo voa sim, mas o importante é que vcs estão curtindo e participando de tudo! (lembra do referencial, tá?)... amei, amei ver o tito tão lindo e fofo! acredita que hj lourenço está zerado? todo animado? chegou em casa numa folia... beijos!

Mariana disse...

Ai, que fase deliciosa! Não vejo a hora de sair do trabalho braçal para o intelectual! rs

Bjs!